Usando a Psicologia para atingir suas metas para 2013

0
357

No final do ano é muito comum fazermos um balanço sobre nossas vidas e estabelecermos metas para o próximo ano. Como já diria a velha máxima “ano novo, vida nova” e complementando: ano novo, planos novos. No entanto, tão comum quanto fazer planos em dezembro é abandoná-los (quase todos) até meados de fevereiro. Nesse sentido, esse artigo tem o intuito de apresentar 5 dicas da Psicologia para que você possa estabelecer metas mais realistas e conseguir atingir seus objetivos com sucesso.

Seja realista com suas metas

Estabelecer metas que são muito distantes de sua realidade como ficar rico em 6 meses, casar com uma super-modelo ou perder 40 quilos em 2 meses, geralmente não funcionam. Embora essas metas até possam ser atingidas, elas são muito difíceis e provavelmente você ficará frustrado e em pouco tempo abandonará essas metas. Estabeleça objetivos menores de modo que você consiga obter resultados em menos tempo. Assim, a cada “pedaço” da meta atingida, você se sentirá mais motivado a continuará seguindo seus objetivos. Ao invés de querer perder 40 quilos de uma vez, se programe para perder 5 quilos e quando conseguir isso se programe para emagrecer mais 5 quilos. Ao invés de ficar rico em 6 meses, estabeleça metas para poupar e investir seu dinheiro nos próximos 6 meses. Quanto mais realistas e rápidas (fáceis) de serem atingidas são as metas, maiores são as chances de você mantê-las e atingi-las.

Planeje meios para atingir suas metas

Além de estabelecer as metas, estabeleça também como você fará para atingi-las. Se você quer parar de fumar, por exemplo, tem que pensar em que situações você tem vontade de fumar? Diante de que pessoas você fuma mais, é após uma situação estressante ou feliz? O que você pode fazer de diferente para não ter vontade de fumar? Anote suas reflexões e planeje os melhores métodos para atingir seu objetivo. Lembre-se de planejar de modo realista também, não adianta você planejar ir à academia todos os dias por 5 horas, se você trabalha o dia todo e estuda a noite e sabe que não conseguirá ir mais do que apenas uma vez no final de semana. Pense nas melhores formas de atingir suas metas, anote e teste essas formas.

Se você quer mudar, então comece mudando

Uma frase muito conhecida e atribuída ao físico Albert Einstein é “insanidade é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. De fato se você continuar fazendo as mesmas coisas dificilmente conseguirá resultados diferentes. Isso quer dizer que se você quer atingir as suas metas, além de planejar os meios para atingi-las, você deve seguir esse plano fazendo coisas diferentes. Não basta apenas escrever suas metas no papel ou no computador e ficar esperando o tempo passar. Mude pequenas atitudes e você vai ver que muita coisa começa a mudar. Às vezes para encontrar a solução de um problema, basta olhar de outra forma. Tente fazer no mínimo uma coisa nova a cada dia e você verá que muita coisa pode acontecer.

Todo dia é dia de mudar

Não fique preso as suas metas como se elas fossem correntes. A vida é curta e muda a todo o momento. Se você achar que suas metas não fazem mais sentido em fevereiro, modifique-as, lembre-se de que as metas são suas e você pode mudá-las sempre. Avalie constantemente seus resultados, as formas que está usando para atingir seus objetivos, reflita se deve continuar ou modificar algo. Você pode ver mais dicas sobre isso no artigo sobre metacognição.

Não desista, persista!

No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho… diria Carlos Drummond de Andrade. E você o que faria com a pedra? Você colecionaria a pedra e formaria um castelo? Você desviaria da pedra? Você pararia diante dela? Viver é um desafio constante e não há cura para a vida. Esteja ciente de que sempre existirão obstáculos em qualquer coisa que você tente fazer e assim será também com suas metas. O que fazer então? Tente outra vez e tente de novo. Tente sempre, novos métodos, novas formas, novas metas, não desista na primeira pedra que encontrar. Nas palavras de Mário Quintana “Se as coisas são inatingíveis… ora! Não é motivo para não querê-las… Que tristes os caminhos, se não fora a presença distante das estrelas!”.

O que você achou desse artigo? Você já fez metas que não conseguiu atingir? Comente.

Feliz ano novo e sucesso com suas metas para 2013!

Dúvidas, Críticas ou Sugestões? Escreva um comentário, queremos saber sua opinião!

comentários

COMPARTILHAR
Renan Sargiani
Doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (USP), é Psicólogo (CRP/06 109086) e Bacharel em Psicologia (Universidade Cruzeiro do Sul) e Mestre em Psicologia da Educação (PUC-SP) e Atua principalmente nas áreas de Psicologia Escolar/Educacional, Psicologia Cognitiva, Neurociência Cognitiva e Psicologia do Desenvolvimento Humano. É fundador do Psicologia Explica e suas especialidades incluem: desenvolvimento cognitivo e da linguagem, alfabetização, desenvolvimento e educação infantil e avaliação de habilidades cognitivas.